Bem vindos ao Clube!

O Clube da História é um projeto de quatro professores de Brasília que acreditam que viajar é a melhor forma de aprender. Por que melhor do que falar sobre o que se leu, é falar sobre o que se viu...


Boa viagem!

Equipe Clube da História

Equipe Clube da História

Pesquise no Clube da história

Carregando...

domingo, 1 de janeiro de 2012

De Boa Vista a Puerto La Cruz

Hostel Villa Del Sol, Isla de Margarita!






Venezuela, este era o destino quando saímos do hotel de Boa Vista as 6:30h. O ônibus atrasou de 7:00 p/ 7:30 e depois para 8:40h tenho quase certeza que já viajei nesse mesmo ônibus na década de 80 quando ia visitar minha Vó, o bicho está judiado.




Atravessamos Roraima, um estado com belas paisagens muitas serras e uma vegetação rasteira, quase todo o caminho foi dentro de uma reserva indígena até chegarmos em Pacaraima para carimbar o passaporte e almoçarmos no único restaurante que tinha (um desses que nunca comeriamos numa viagem pelo centro-oeste), a comida até estava boa.


Atravessamos a fronteira carimbando o passaporte com uma senhora muito simpática, que me abriu um sorriso desejando boas-vindas, enquanto lhe dizia minha profissão.


A parte que adentramos na Venezuela era cortada por belas cahoeiras, um ponto de turismo de aventura, muito bem sinalizado e estruturado, porém simples. A estrada cortava uma mata e descia acentuadamente, o ônibus já estava até com cheiro de borracha queimada, mas sem dúvidas estávamos em um paraíso natural. Acho que hoje posso afirmar com uma certa propriedade: "Como é bonita a minha América do Sul! Já passei pelo chaco boliviano, pelos Andes, pelo Lago Titicaca, pelo pampa uruguaio, pelas praias de Punta del Este, pelo pantanal mato-grossensse, pela mata atlântica, pelas montanhas de Mina- Gerais, pelo cerrado, pelo rio Araguia, pelo Rio de Janeiro na serra do Mar, parte do Nordeste, pela bacia do Prata e a Amazônia ( tudo isso por terra ) e em
uma hora estarei admirando o mar da Venezuela, o Caribe Venezuelano. Me orgulho da beleza natural da nossa América." (Alfredo)


Estamos a quase 24 horas dentro desse ônibus, que apesar de velho não rateou uma vez sequer. A viagem está tranqüila e segura o ônibus foi parado umas cinco vezes pelo exercito venezuelano e tivemos que mostrar o documento 3 vezes, os soldados entram no ônibus alguns estavam armados com fuzis, mas em nenhum momento fomos ameaçados.


Jantamos ontem num restaurante bem simples que tinha tipo uma pamonha só que enrolada no papel alumínio ( nada boa) e arroz, macarrão e carne de vaca cozida (gostosa) e agorinha tomamos café, desde Manaus comemos nos mesmos lugares que os motoristas para não correr riscos, uma comida estragada ferra com a vida de um mochileiro, falando nisso fomos os únicos mochileiros nessa rota. (...)


E finalmente chegamos a Puerto de La Cruz, esperamos o Ferryboat de 6h da manhã até as 14h, momento que usamos para trocar dólares por bolivares e descansar e uma pousada bem fraquinha!! Depois ficamos cinco horas no mar até a ilha, essa foi a melhor reunião de negócios que já tive, está tdo fechado para o próximo ano! Kkkkkkkkkkk


E depois de descermos na ilha rodamos mais de 50 km até a pousada em que iremos ficar!!! Agora só tem um barulho que me incomoda: o do mar caribeño!! Bom, é isto... depois de 6000 km esse é meu destino!

Um comentário:

  1. O que achou do câmbio? O oficial e o paralelo? Boa viagem! Abraço. Rafal Macedo

    ResponderExcluir